Press "Enter" to skip to content

Carta a um incendiário

“Hoje estou a escrever-te a ti , sim, a ti , sem nomes , sem rostos , somente a ti a quem dão o nome de incendiário ..
Dizem a maior parte das vezes que sofres de problemas psicológicos , coisa que até a data ainda não percebi bem , pois se é esse o caso deixo-te aqui uma pergunta : no meio dos teus devaneios de loucura nunca te deu para em vez de atear um incêndio , pegares numa enxada e começares a cavar uma terra ?
Desculpa a minha ignorância , mas também podias demonstrar a tua raiva e loucura desse modo , não ?
Nunca te lembraste que por causa da tua “ loucura ” há pessoas que perdem a vida ?
Há pessoas que perdem uma vida de trabalho ?
Há pessoas que arriscam a vida para salvar as vidas que pões em perigo ?
Sempre me ensinaram que se deve respeitar os outros , mas não consigo ter nenhum respeito por ti .
Por mim , ardias atado no mesmo pinheiro que meteste arder ..
E mais , se és daqueles que gostam de ver as chamas .. então punha-te bem lá no meio , para veres melhor ..
Sim , eu sei , ninguém têm o direito de tirar a vida a ninguém ..
E tu ? Tens esse direito ?
Dou – te um exemplo :
Quem és tu para teres o direito de privar uma criança de crescer com a mãe presente ?
Quem és tu para teres o direito de matar um filho que deixa os pais em casa para ir socorrer quem está a passar pelo inferno das chamas que tu ateaste ?
Sabias que os bombeiros têm família ?
Sabias que sempre que eles saem, nós mulheres , ficamos com o coração apertado ?
Não espero com esta carta que fiques sensibilizado , até porque não podes ter sentimentos.
Para mim és um monstro”
Escrito por Graça Rodrigues (2013)

Partilhe no seu seu Facebook:


Utilizamos cookies para assegurar que lhe fornecemos a melhor experiência na nossa página web. Se continuar a utilizar esta página pressupomos que está feliz por a utilizar.

Política de Privacidade | Alguns conteúdos são de awebic, incrivel, historiascomvalor entre outros